<BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d35921743\x26blogName\x3duma+penelope+nada+charmosa\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://omundopenelopecharmosa.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://omundopenelopecharmosa.blogspot.com/\x26vt\x3d-6084520345851817548', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><!-- --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="UTF-8" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="omundopenelopecharmosa.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div>
sexta-feira, junho 29, 2007



Hoje é dia de:

falar com quem a gente gosta
comer aquilo que tá com vontade
passar naquela loja
abrir as janelas
sorrir
não ter medo de nada
ligar só pra saber
deitar mais tarde
falar meia dúzia de palavrões
não dizer nada
procurar receita de bolo
sair sozinha
ou muito bem acompanhada
ter saudade
escutar Vander Lee
mandar tudo pro inferno
sopa
abrir o armário
experimentar
perder o juízo
pensar
pensar
e não pensar em nada
gastar gasolina
comprar aquela bota
procurar um filme
lembrar que tem gente logo ali
e logo ali se perder e se achar
Boa sexta!!
Boa vida!!



quarta-feira, junho 27, 2007



As coisas dela nunca faziam o sentido das coisas dele.
O que para ela era ter olhos azuis, verdes, castanhos, pretos, brilhantes, rasos de água, lacrimejantes, para ele era só ter olhos, duas coisas pestanejantes na cara que não tinham qualquer motivo para fazer sentido.

Para ela olhos eram como bocas mudas de silêncios com sentido, bocas discretas cheias de silêncios por decifrar, para ela os olhos também serviam para falar.
Para ele olhos eram olhos, bocas eram bocas, olhos olhavam, bocas falavam.

Para ela ler frases nos olhos era natural como o era tapar os ouvidos e deixar falar apenas essas bocas castanhas, verdes, azuis, pretas, brilhantes, às vezes lacrimejantes... Para ele ela era estranha e tapar os ouvidos era deixar de ouvir, olhar para olhos era ver olhos que não eram bocas coisa nenhuma.

Uma vez ele esteve muito triste e ela, que estava por perto, encontrou-o a chorar. Olhou-o então demoradamente e falou-lhe com as bocas brilhantes que ele insistia que eram olhos e só olhos e segredou-lhe que ia ficar tudo bem, ele consentiu sem saber com que boca e depois ela riu para ele num "vês que os olhos também são bocas" e ele corou e passou a acreditar que olhos eram mais do que olhos e bocas mais do que bocas, que ela não era louca

Mas especial.



segunda-feira, junho 25, 2007



Prometia mesmo!! E assim foi.

Chegamos por volta de 11:30, aquela alegria, minhas irmãs, meus sobrinhos meus pais, um pouco mais tarde minha prima o marido e minha avó....depois de 2 anos sem ve-la, abraçar a velhinha pequenina de 94 anos,alegre, cheia de pedrarias e roupinha simpatica, não tem explicação...ela chama a todos de "minha filha" rimos um bocado com suas experiencias em Fortaleza, ela vai à praia, arrisca uns passinhos de forró na barraca à beira mar, mostra a pernas e diz: olha não tenho nenhum amassado, e não tem mesmo! não pára quieta um minuto e participa de todas as rodas de conversa, dá palpites, se méte, briga quando a conversa não é bem essa, diz que tem a terra dela..casa dela e a cova tb...tudo pago...pra não dá trabalho a seu ninguem...não vê a hora de voltar, todo dia pede pra tirar a passagem como antigamente, pede pra que mandem o dinheiro dela ( a passagem é da Gol,comnpradas como ida e volta....e o dinheiro ela recebe em qualquer Bradesco com o cartão)
Fala que tá com saudade do meninos (Os bombeiros no caso...que ela faz aula de ginastica no quartel) conta os dias nos dedos, e logo esquece quando alguem fala de um passeio ela logo diz: quando é? que eu tb vou! Ahhh se Deus me permitisse essa lucidez no fim de vida....(quem sabe)

Volta na feira, que lá termina super tarde, foi só mesmo pra ver as diferenças.
Almoço gostoso....um tanto de comida que todo mundo se perdeu, não sabia por onde começar..nem por onde terminar..não faltou meu peixinho delicioso...minha mãe é tudo!
Lembrancinhas dadas, abraços e alegrias sem fim...tudo isso tão meu.

Tatinha ficou em casa pra cuidar dos filhotes, e fazer trabalhos, eu contei que vou comprar cartolinas e afins de fardo né? poizé, canetinhas tb....rss...tem horas que até me dá vontade de fazer por ela, de tanta coisa....acabei voltando antes das 19:00
pra que fossem a última quermesse do clube....ahhh tá tão linda e grandona que fico com o coração apertadinho quando se despede e vai...fico rezando e pedindo pra Deus tomar conta.

Resultado da quermesse hoje: dor de garganta
E viva a vida pois ela continua a cada segundo.
Eu acredito.
Boa semana.



domingo, junho 24, 2007



Por aqui promete



sexta-feira, junho 22, 2007

Minha vida está em festa !!



Feliz aniversário à mulher da minha vida.
Garanto que sem suas palavras,seu amor incondicional eu não seria metade que que sou agora.
Parabens minha mãe, que Deus lhe dê muita saúde pra continuar sendo minha musa inspiradora.




Ela nasceu!! É lindaaa !!
E nossa familia continua com a maioria de mulheres (Que felicidade)
Seja bem vinda Mayara..titia te amou desde saber que você estava a caminho.




Ontem...Tudo perfeito e de muito bom gosto.
Parabéns Flavinha e Beto que toda felicidade do mundo acompanhe suas vidas agora e sempre!



quinta-feira, junho 21, 2007

Sou do nordeste do Brasil e tenho muita coragem.

Amo São Paulo.

Tenho dificuldade em dizer não.

Gente metida me aborrece.

Não tenho muita memória para nomes.

Eu sou louca por música.

Cozinho bem, mas tenho preguiça.

Amo rúcula.

Amo Vander Lee.

Faço coleção de canetinhas.

Adoro ajudar meus amigos se algo estiver a meu alcance.

Sou mais ou menos lenta para revidar.

Adoro cores.

Não tolero acomodação de gente que trabalha comigo.

Sou pontual.

Atravesso a rua fora da faixa de pedestres.

Torro pequenas fortunas em perfumes.

Detesto gente sem humor.

Às vezes dou esmolas.

Amo Arnaldo Jabor.

Não sou de reclamar muito.

Sei pedir desculpas.

Compro flores.

Não guardo mágoas.

Adoro bichos.

Não ligo pra dinheiro.

Moro numa casa.

Ouço de tudo um pouco.

Adoro dançar.

Amo cerveja.

Adoro transito.

Detesto não saber jogar.

Amo Jesus.

Gosto de lavar louça.

Preciso ficar sozinha.

Gosto do São Paulo.

Torço pelo Corinthians.

Não tenho muita paciência para jogar dominó.

Adoraria conhecer todo o Brasil.

Gostaria de nadar todos os dias.

Amo lápis de cor.

Dificilmente bebo .

Não gosto de ar condicionado.

Minha mãe diz que eu sou incrível.

Sou esganada.

Detesto fazer contas de cabeça.

Sou fascinada por bolsas.

Amo Vinicius de Moraes.

Não sei tocar violão.

Tenho olhos bonitos.

Vou fazer uma tatoo.

Sou ótima fisionomista.

Não tolero desperdício.

Detesto a inveja.

Amo ouvir uma gargalhada.

Eu não gosto do bom gosto.

Detesto ter cólica.

Sei ouvir.

Adoro Beatles.

Adoro frituras.

Gente simples me adora.

Nunca soube o que fazer na presença de celebridades.

Meus amigos dizem que eu sou louca.

Sempre fui feliz comigo.

Amo cinema.

Adoro parque de diversão.

Não vivo sem beber água .

Tenho várias plantinhas no terraço.

Adoro peixe.

Durmo bem menos do que gostaria.

Adoro gente que diz "que bacana!".

Detesto gente que não pára de falar.

Gosto muito de viajar.

Não gosto de fingimento.

Desprezo gente metida.

Adoro azul .

Hospedo infratores e banidos.

Já parei de fumar.

Não pulo bueiros.

Amo poesia.

Sempre quis ter muitos filhos.

Gosto de canecas.

Queria ser atriz.

Adoro meus pés.

Adoro rir de mim mesma.

Sou perdida por gente doida.

Amo Machado de Assis.

Detesto objetos muito modernos.

No trabalho dizem que eu sou louca.

Amo movéis antigos.

Desprezo gente que se leva a sério.

Adoro comer bem.

Não sei viver sem restaurantes.

Não sou muito disciplinada.

Quero muito conhecer a Europa .

Tenho inveja dos pássaros.

Amo coca cola.

Adoro as cores do mar.

Odeio fazer regime.

Não suporto gente fresca e nem a casa delas.

Detesto gente deslumbrada.

Amo sexo .

Quero fazer filhos educados.

Quero saber para que serve uma canção.

Amo Rita Lee.

Sou preguiçosa.

Adio decisões muito importantes.

Calço 34.

Adoro vinho.

Adoro escola de samabar.

Eu quero voltar pro Nordeste.

Adoro água no corpo.

Amo ir à missa.

Adoro tomar sol.

Adoro ficar deitada.

Adoro a tecnologia.

Amo dirigir.

Eu sempre digo sim.

Eu gosto de fazer as pessoas rirem.

Adoro cantar.

Eu durmo no ônibus.

Sou generosa.

Amo minha família.

Sou louca por árvores.

Estou fulminada por um amor .

Amo Gilberto Gil.

Adoro o pessoal do Casseta e Planeta .

Detesto a elite.

Odeio falsidade.

Eu não gosto de me ver gorda.

Amo Chico Buarque.

Adoro casa cheirosinha.

No inverno acho as pessoas mais chiques.

No verão acho as pessoas mais felizes.

Ainda terei uma casa na praia que caiba todo mundo.

Cometo loucuras pela minha mãe.

Eu amo amar.

Adoro o xêro do meu pai.

Eu amo amar viver.

da série: coisas guardadas...encontradas e adaptadas

Marcadores:




terça-feira, junho 19, 2007



Todos os dias!!



segunda-feira, junho 18, 2007


Olá.
Desculpe a ausência, a falta de comentários, a falta de agradecimentos, a falta de respostas, enfim desculpem.
Não estive bem, não estou bem, fiz uns exames, aqueles de controle...as doses de medicamento aumentaram, e isso me deixou chateada, apesar de estar me esforçando muito, tenho notado que o emocional influencia no andar da carruagem .... é outro lado que eu preciso parar e pensar como vou resolver, já tenho uns caminhos e com certeza não vou deixar a peteca cair....alias nem posso me dar à esse luxo.

Passei por uma situação desagradável ontem trabalhando, e só consigo enxergar que o ser humano a cada dia se desrepeita mais e respeita menos, o grau de stress das pessoas tá transbordando...que Deus cuide de nós.

Tenho falado pouco com minha familia, já tem meses que minha folga é atropelada por qualquer coisa e acabado deixando de ver meus pais...estar com eles me faz forte,me completa...me anima, sem choro nem vela deste final de semana não passa.

As férias...não marquei absolutamente nada, tenho uns compromissos e a grana vem em boa hora, viajar só na proxima se tudo der certo, minha vó Luiza está em São Paulo e ai sem motivos de ir a Fortaleza em julho.

Férias escolares...nossa tava na hora é a primeira vez que minha filhota está de manhã...merecemos!

Amanhã é minha folga, passo praticamente parte da manhã e da tarde fazendo uns exames pra descartar o que eu não quero nem pensar. Rezem por mim.

Do mais...os dogs estão bem, o Shoran tem trocado o dia pela noite e me acorda pulando e fazendo farra nos meus cabelos....ai cansa e dorme aos pés da cama, ai eu penso pra que outra vida? se a que Deus me deu tá tão boa.

Bom Dia.



quinta-feira, junho 14, 2007


As quermesses começaram a dois finais de semana aqui pertinho de casa.
Na Paróquia táquetá de gente, Tatinha e amigas se esbaldam.....e ainda tem a festa junina do colégio....a quermesse do clube....e todos os finais de semana em algum canto da cidade só se fala em quentão...eu ainda não pude ir...mas só da minha pequena se divertir, já está de bom tamanho.

Amanhã cedo, consulta.
Bjos



quarta-feira, junho 13, 2007
Rosas - La Oreja De Van Gogh



Algum tempo atrás, eu estava procurando a música da Ana carolina (Rosas) e baixei errado, qdo abriu me assustei, mas gostei, formatei o pc e perdi, não me lembrava mais do nome, nem de quem cantava, só tinha em mente a voz.....ontem recebi o video por email do Sérgio ( e nunca comentei nada com ele sobre gosto musical ) né Dr.... Obrigada pelo carinho....aliás esse cara é um homem e tanto, mas nem tudo nessa vida é como a gente quer.


Semana de provas da filhota, cartolinas e afins pros trabalhos, correria nos horários pra não ficar com nota vermelha (duas recuperadas graças a Deus)


Zumzumzum no trabalho: escolher o mês que cada um quer tirar férias...imaginem o clima...a minha? 09/07 só 15 dias ainda assim quase não dá certo (só eu faço, o que eu faço) a viagem? fica pra proxima....minha mãe tadinha esperou tanto, mas entendeu.

Filhotes bem e felizes...tem foto no Flickr

A gente se vê

Beijo Dr liadoru viu!!



terça-feira, junho 12, 2007




Feliz dia de amores !!



sexta-feira, junho 08, 2007

Triz...

Eu quase consegui abraçar alguém semana passada. Por um milésimo de segundo eu fechei os olhos e senti meu peito esvaziado de você. Foi realmente quase. Acho que estou andando pra frente.
Ontem ri tanto no jantar, tanto que quase fui feliz de novo. Ouvi uma história muito engraçada sobre uma diretora de criação maluca que fez os funcionários irem trabalhar de pijama. Mas aí lembrei, no meio da minha gargalhada, como eu queria contar essa história para você. E fiquei triste de novo.
Hoje uma pessoa disse que está apaixonada por mim. Quem diria? Alguém gosta de mim. E o mais louco de tudo nem é isso. O mais louco de tudo é que eu também acho que gosto dele. Quase consigo me animar com essa história, mas me animar ou gostar de alguém me lembra você. E fico triste novamente.
Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias.
Chorar deixou de ser uma necessidade e virou apenas uma iminência. Sofrer deixou de ser algo maior do que eu e passou a ser um pontinho ali, no mesmo lugar, incomodando a cada segundo, me lembrando o tempo todo que aquele pontinho é um resto, um quase não pontinho.
Você, que já foi tudo e mais um pouco, é agora um quase. Um quase que não me deixa ser inteira em nada, plena em nada, tranqüila em nada, feliz em nada.
Todos os dias eu quase te ligo, eu quase consigo ser leve e te dizer: “Ei, não quer conhecer minha casa nova?” Eu quase consigo te tratar como nada. Mas aí quase desisto de tudo, quase ignoro tudo, quase consigo, sem nenhuma ansiedade, terminar o dia tendo a certeza de que é só mais um dia com um restinho de quase e que um restinho de quase, uma hora, se Deus quiser, vira nada. Mas não vira nada nunca.
Eu quase consegui te amar exatamente como você era, quase. E é justamente por eu nunca ter sido inteira pra você que meu fim de amor também não consegue ser inteiro.
Eu quase não te amo mais, eu quase não te odeio, eu quase não odeio aquela foto com aquelas garotas, eu quase não morro com a sua presença, eu quase não escrevo esse texto.
O problema é que todo o resto de mim que sobra, tirando o que quase sou, não sei quem é.


Texto Tati Bernardes uma amiga de crônicas maravilhosas, que escreve sempre como seu fosse pra mim, sempre como se eu quisesse dizer. Hoje resolvi que preciso deixar de me lembrar de certas situações...afinal não dá pra continuar vivendo a beira de saudades sem fundamento...Tem uma vida acontecendo bem debaixo do meu nariz, bem aqui no Brasil, bem aqui dentro de mim.



terça-feira, junho 05, 2007




Queria que se lembrasse da mesma maneira que te esqueço ...
Todos os dias mais um pouco ...
E outro ...
E mais outro ....
Sem saber se consegui.



sábado, junho 02, 2007



Por aqui chove ... tá frio e é meu plantão ... até a volta !!